quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Vídeo do Formula Vee em Piracicaba

O vídeo é auto explicativo. O protótipo 000 andando em Piracicaba.



Agradecimentos a Maria Fernanda Serson Zullino pela filamgem, edição e montagem do vídeo.

Algumas fotos da carenagem sendo desenvolvida em cima do chassis 001 que é ligeiramente mais largo, confortável e mais seguro que o 000. As fotos deformam um pouco, mas a carenagem é muito parecida com a do GAC inglês.





fotos: arquivo pessoal de Maria Fernanda Serson Zullino

10 comentários:

Luiz Sergio disse...

Só falta uma foto do Emerson na parede, pois que eu saiba o Senna nunca pilotou um Formula V.

Ze disse...

Pessoal, sou o responsável pela revista virtual ACELERA (www.revistaacelera.com) e gostaria de mais informações sobre o projeto, planos para a categoria, etc... Com quem eu posso falar...
abs

Rodrigo Favoretto

roberto zullino disse...

A maioria das informações está neste blog, mas se quiser é só entrar em contato com o Joaquim ou comigo Roberto, os e-mails estão aqui no blog mesmo:
jolofi@gmail.com
rzullino@gmail.com

Pedro Henrique "Baleiro" disse...

Zullino e Joca. Já que o motor não será fornecido por vocês, sugiro que coloquem uma especificação detalhada do motor em si e seu preparo permitido.
Um abraço.

roberto zullino disse...

O motor é um 1600 standard, com folgas definidas, carburação standard, taxa de 12:1 e resolvemos deixar o resto livre. Só iremos regular o que se puder verificar rapidamente como cilindrada, não preparo dos cabeçotes, taxa. O comando era de Kombi, mas agora cada um coloca o que quiser, sem carburação comando não vale muita coisa. A mesma coisa o volante, se quiser aliviar pode fazer o que quiser. Coisas como molas de válvula dupla são proibidas também. Não vamos esquentar a cabeça com isso.
Deixamos livre coisas que são fáceis de fazer e que não implicam em custos proibitivos. se o camarada tiver um Iskenderian na gaveta pode usar, vai ficar uma merda, mas isso é problema dele.

Raphael disse...

Olá Roberto, meu nome é Raphael e sou dono do PH Miniaturas, uma lojinha virtual especializadaem carros de corrida. Eu mesmo as fabrico, com papel, isopor, cartolina e o que mais tiver à mão.

Caso você se interesse por miniaturas dos Vees, não deixe de entrar em contato ok!

Forte abraço e sucesso com esta classe de corridas. Não deixem de nos visitar aqui em Pernambuco,no autódromo Ayrton Senna (fica a 2h de carro daqui do Recife).

Sidney Cardoso disse...

Zullino
Este Fórmula Vee do vídeo está com barra estabilizadora na traseira?
Abraço.

roberto zullino disse...

Sidney,
Aindanão está, mas ficará ao gosto do freguês usar barra estabilizadora, na realidade o recomensado é que se use uma barra Z,é a mais indicada para a suspensão inventada pelo Dr. Porsche e que segundo alguns foi uma das maiores cagadas já perpetradas na indústria do automóvel.

Mestre Joca disse...

Sidney,

O carro tem respondido bem até aqui sem a barra estabilizadora, mas devido à grande discordância de opiniões entre uma barra convencional e outra em Z (esta um pouco mais complicada de executar), resolvemos deixar em aberto essa questão. Quem quiser usa a convencional ou a em Z.

O mesmo se dá com relação a comandos. Inicialmente optamos pelo da kombi injetada mas ao longo do processo constatamos que é um item chato e trabalhoso de verificar, toda hora abrindo motor para verificar comando.

Assim, resolvemos liberar desde que seja nacional, mantendo a restrição na entrada de ar.Uma coisa no final acaba compensando a outra. O mesmo se dá para a taxa de compressão e peso do volante do motor, estão liberados.

Afinal, é preciso dar alguma liberdade de ação aos mais mecanicamnete habilitados e o custo final acaba não sendo abusivo.

Grande abraço,

Sidney Cardoso disse...

Zullino e Joca
Perguntei apenas por curiosidade ao não ver ele saindo de lado na chuva, porque, na verdade, detesto guiar carros com barra estabilizadora.
Adoro guiar sem elas, porque, aí, a gente pode brincar à vontade de derrapagens controladas.
Meus parabéns a vocês em não colocarem essa barra que acaba limitando quase toda a perícia do piloto.
Abraços.