sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Proposta de Carenagem





O Maurício Morais não resistiu e nos enviou uma proposta para a carenagem do formulaveebrasil. Gosto muito do trabalho dele, principalmente pelo esforço de fazer coisas realizáveis. Pode-se notar que o Mauricio usou as fotos que conseguiu obter do carro para "vestí-lo". Já pedi um verdinho com faixa amarela no meio e rodas amarelas.

Quem quiser pode enviar sua sugestão. A carenagem será livre na categoria, portanto, muitos pilotos irão querer carros diferentes e poderão aproveitar os desenhos sugeridos.

22 comentários:

Joel Marcos Cesetti disse...

Maravilha!Projeto fantástico com uma engenharia perfeita.

Na minha opinião o projeto do Mauricío vestiu perfeitamente o carro.Já gostei do ronco do motor.

Também o Logo do Blog ficou muito bom e elegante.

Parab´´ens a todos.

luiz disse...

Alô Zullino,
Referente seu comentário de reposicionamento da pedaleira, e na sua foto, não aparece ponto de apoio para o pé esquerdo (footrest), ou não consegui visualizar. O carro tá ficando cada dia melhor, as cornetas dos carb já apareceram. Um abraço
luiz borgmann

roberto zullino disse...

Luiz,
Como a pedaleira é totalmente regulável deixamos o quarto pedal para depois, mas pelo que vimos fica muito fácil colocar, é apenas um cano ou uma chapa soldada na pedaleira ou no chassis.

Jayme disse...

O Maurício é especial neste trabalho e ficou lindo. Poderia tentar fazer um com a lateral em alumínio e uma cobertura geral do motor para facilitar a limpeza aerodinâmica ou de fluídodinâmica do carro. Este tipo de veículo além de ter uma boa penetração dianteira, deve escoar sem turbulência na sua parte do motor.
Parabéns.....

rjrsam disse...

Muito bom o design da barata.

Apenas uma questão para pensarmos, e se chover????
Achei o motor, carburadores e o ventilador, muito expostos.

Falei bobagem??

Raphael

roberto zullino disse...

Não tem problema algum, motores podem funcionar com um pouco de água e é até benéfico pois descarboniza os pistões.
Mecânico esperto cobra uma nota para descarbonizar carro, pois diz que tem que tirar o cabeçote. Os espertos enfiam água na admissão deixando o motor a 3000 giros e o carvão sai inteiro. Só precisa soltar o escape antes do catalizador, pois o que sai de carvão é brincadeira. Fica muito melhor que tirar o cabeçote e não prejudica em nada.
Os motores VW já foram projetados para trabalhar com água neles. Do contrário todos quebrariam ao passar por um pequeno curso d´água ou valeta. A mesma coisa as motos BMW e outras refrigeradas a ar. Desde quando chuva deu problema?
O principal é que o ventilador irá jogar água no distribuidor, nada que uma luva cirúrgica com a ponta dos dedos cortada não resolva, envolve o distribuidor na luva e os fios saem pela ponta dos dedos.

rjrsam disse...

Blz Professor Zullino,

Grato pela aula, que venha a chuva então.
Raphael

F250GTO disse...

O mais legal de tudo isso aí, na proposta do Mauricio, é vermos uma carenagem como nos velhos tempos:
LIMPA, sem penduricalhos, aerofólios, spoilers, apendices aerodinamicos e outras traquitanas que infestam os carros de hoje.
Dois retrovisores discretos e SÓ!
Alem do mais, veio pintada de Vermeio!
Só aí já vem um segundo mais rapido do que nas outras cores...
Forza Formula Vee!
Romeu.

Leone disse...

Puxa vida, cada vez que o Zullino posta algo, mais emocionante fica a coisa...

O Zullino, vc ja ta puxando a "lotus" pro teu lado, ou, foi impressão?? Então vou querer uma "azurzinha" igual aquela do Gurney.

Guilherme disse...

Ola Pessoal...

Meu nome é Guilherme Pecegueiro, sou designer do Rio e tenho bastante interesse interesse em desenhar algumas opções de pintura para os carros. Como posso me informar mais sobre a carenagem para poder pensar? Tem algum desenho técnico, vistas ou coisas parecidas?

roberto zullino disse...

Guilherme,
A carenagem será livre, estamos desenvolvendo uma para os protótipos. Você deverá esperar e entrar em contato com os pilotos da categoria para acertar com eles.
Os desenhos técnicos estão em Autocad com todos os detalhes e já foram feitas simulações em ANSYS sobre a resistência. No entanto, por enquanto ainda não podem ser disponibilizados antes de seu congelamento.

Fernando Bueno disse...

Conheci o blog hoje e confesso, fiquei emocionado!

Há esperança, mesmo com meus 29 anos, sonho um dia em entrar no automobilismo do jeito que era antigamente, garagista ! Virei fã, se deus quiser serei proprietário de um Formula Vee !

Parabéns pelo projeto, vou rezar bastante pra Fasp não acabar com o sonho cobrando 700 reais de inscrição e 800 de carteirinha, afinal, não é justo gastar mais com inscrição do que com manutenção! Fasp, abre o olho!! Vamos lotar esse grid aí!

roberto zullino disse...

Vamos deixar uma coisa clara. Estamos fazendo de tudo para se fazer uma categoria barata não só em relação ao custo inicial do carro, mas também em relação ao custo de operação/manutenção. Mesmo em caso de batidas que entortem o chassis será mais barato se colocar um novo.
As taxas cobradas pela Fasp e pelos clubes não podem ser motivo de inviabilização da categoria e nem desânimo. O que se economizará na aquisição do chassis e montagem do carro e na operação/manutenção cobrem esses custos de carteirinha e inscrições.
Ao invés de ficar dando murro em ponta de faca é melhor cuidar de economizar o que está no nosso controle. Fasp e Clubes organizam o campeonato de maneira competente, tudo é no horário, a segurança é boa, vistorias bem feitas, resgate e serviço médico adequados e sinalização experiente.Isso deve custar e é o negócio deles, o nosso negócio é gastar pouco com nossos carros e conseguir apoios e patrocínios para diminuir os custos mais ainda. Por essa razão optamos em iniciar nas etapas do paulista de automobilismo, depois se pensa em outras coisas.

roberto zullino disse...

Guilherme,
Seria interessante você nos enviar alguns trabalhos para que possamos dar destaque no blog para futuros interessados.

Fernando Bueno disse...

Roberto,

Nem tudo são flores. Infelizmente o automobilismo no Brasil é tratado como esporte de elite. A Formula Vee tem tudo para popularizar o automobilismo, tirando pilotos de track days e "pilotos" de rua para competirem em um campeonato paulista. O minimo que eles poderiam fazer é focar na Vee como uma categoria de entrada, facilitando as coisas, inclusive barateando as taxas. Se alguem dentro da federação tiver o mínimo de bom senso, verá que ganhar pouco, com volume maior será muito mais interessante para o esporte do que estuprar 700 reais de inscrição e ter um grid com menos carros. Essa categoria tem que ser encarada como porta de entrada, muitos, com o tempo, migrarão para outras categorias do paulista, pois uma vez dentro, o vicio fala mais alto e a busca da evolução é natural do ser humano.

Por isso a minha preocupação. A visão clara e geral dos dirigentes do automobilismo brasileiro, é apenas uma. Arrecadar. Eu só acredito que isso mude o dia que a politica dentro da federação não falar tão alto como fala hoje. A federação deveria ser composta por amantes do automobilismo como voces, como eu, como varios outros que existem, e não por politicos disfarçados.

Novamente lhe dou os parabéns pela iniciativa de construir o carro, pelo conceito da categoria e por como as coisas estão caminhando.

Abraço,
Fernando

rjrsam disse...

Prezado Fernando Bueno,

Me desculpe a intromissão, porém tenho 45 anos e já vivi este drama e este inconformismo com a CBA e com as FAU´s, participei de criação de um LIGA etc......resultado prático, nenhum. Nem o Piquet emplacou uma oposição a este sistema.
Concordo com o Zullino não é hora de mexer com isso, a categoria nem começou e o negócio deles é esse. Corro na classic cup e o valor da inscrição é R$790,00 e ainda tem que pagar R$100,00 para reservar um boxe, dar uma gorjeta para o segurança olhar o equipamento de uma noite para outra. Na Classic para tomada e corrida somos obrigados a comprar o alcool no autódromo por um preço exorbitante, para treinar na quinta + R$ 390,00 e assim vai....aliás vão as notinhas de cem pilas.
Não tem jeito, automobilismo é um esporte caro por natureza, a categoria deve primar por um regulamento técnico super restrito e uma vistoria rigorosíssima, pois quando começarem as competições haverá sempre aqueles que procurarão brechas no regulamento (isso também faz parte do jogo).
Na Classic tem motor vw a ar que custou R$ 12 mil e cãmbio de R$ 6mil.....o negócio é pesado.

Leone disse...

Ola rjrsam,

Em relação ao fato de sempre quererem arrumar brechas no regulamento, ou, o burlarem, não nos impede de sempre lutar-mos contra isso.
Lutando ja é difícil, mas, se entrarmos no âmbito do conformismo, a coisa vai pro vinagre.
Eu confio piamente no Zullino e, em todos os envolvidos.
Zullino é um cara super "palhaço", de humor refinado e tiradas supimpas e, de trouxa não tem nada. Eu o considero uma raposa Mineira (olha a zica que é isso.
Portanto, VIDA LONGA AO PROJETO!!!

P.S.: Zullino, onde eu citei raposa, relaxa, se trata de uma raposa macho... rsrsrsr abs.

roberto zullino disse...

não tenho a menor preocupação com tentativas de burla ao regulamento, a parte mecânica é praticamente standard, a coisa mais fácil é retirar os cabeçotes e medir a cilindrada. de quebra já se verifica se os cabeçotes foram preparados, o que não pode, e se os carburadores foram mexidos, o que não pode também, não dá uma hora de serviço.
o máximo da burla é colocar um comando diferente, mas sem os cabeçotes e a carburação não vai adiantar muito, é capaz de piorar.
quanto às observações sobre a federação e os clubes não temos nada a opinar no negócio dos outros.
é o negócio deles e o fazem de maneira competente, não temos o menor compromisso em organizar corridas fora do sistema, não é nosso negócio.
nosso negócio é promover a categoria, organizá-la, desenvolver o chassis e o carro e criar condições para que se tenha um grid grande.
para isso, a melhor forma ao nosso ver é fazer um carro barato de se construir e barato de manter.
já é muito e já é suficiente.
se a inscrição fosse R$ 400 e a carteirinha R$ 400, iriam ser economizados R$ 300 por corrida que por ano daria R$ 3 mil mais R$ 400 da carteirinha, acho que não é por aí, é preferível gastar menos no carro e na operação e manutenção.

Fernando Bueno disse...

R$ 3.400 é capaz de ser o custo de manutenção do carro no ano inteiro rs... Eu acho justissimo 400 reais de inscrição e 400 de carteirinha.. se for assim, é bem provavel que tenha um dos maiores grids mesmo. Estou torcendo!

Leone disse...

Opa Fernando, vc não entendeu...

O que o Zullino quis dizer, é que SE fosse 400 reais, a economia seria de 300 o que daria 3000 irrisórios 3000 de economia em um ano.

A economia que se vai fazer no carro, tanto na operação quanto na manutenção, ajudara muito mais e, claro, sobrara mais dinheiro para pagar a inscrição.

Fernando Bueno disse...

Leone,

Eu já acho que poderia rolar o incentivo da federação para reduzir bastante o custo mesmo.

Acho que 1.000 reais por prova ia ser um sucesso (inscrição, guincho, combustivel, manutenção)... será? =)

Raphael disse...

Olá pessoal, se vocês tiverem interesse em miniaturas dos Vees, por favor não deixem de me procurar ok!