terça-feira, 22 de junho de 2010

Fotos de 1977 - Formula V 1300

Abaixo fotos tiradas por Otavio Costa em 1977. Foram tiradas em slides e depois convertidas para meio digital em 2004.
O Otavio trabalhava na QR na época e auxiliava o Claudio Laranjeira nas fotos de testes de carros para a revista. Nessa ocasião, conseguiu uma credencial e tirou as fotos com uma Nikon F2 e tele de 500 mm. Apesar da modéstia do Otavio, que diz que não sabia lidar com a máquina, as fotos ficarão boas. O que se perdeu foram as cores, que são o grande problema dos slides.

Como se pode ver os carros corriam sem ventoinha jogando o ar frio para baixo, ao contrário do GAC do post anterior, onde o ar é dirigido para cima. Ambas as maneiras refrigeram bem.




Abaixo a primeira foto que recebeu um tratamento no Photoshop pelo Carlos do blog GP Oficina Mecânica e conseguiu recuperar as cores.

10 comentários:

Anônimo disse...

Tanto quanto posso me lembrar, esses carros usavam motores de 1300cc bem preparados. As duplas carburações eram Solex 40. Não é absurdo falar em 80 hp. Posso confirmar isso com o Luis Rosenfeld (Pitoco) e com o Zé David. Esses carros andavam muito bem.

Irineu

Ah, sim. Não faz muita diferença por onde se capta ar para refrigerar cabeçotes e cilindros desde que haja fluxo suficiente e que o ar admitido pelos carburadores esteja o mais frio possível.

Caíque Pereira. disse...

O HEVE era o VW 1300 mais bonito e mais bem feito.

Zé Clemente disse...

Os carburadores eram sim solex 40 mas com redução no venturi. A questão da refrigeração vir por cima ou por baixo depende mais do fluxo de saída lá atrás.

Luby disse...

Qual a preparação das V 1300 ?

Anônimo disse...

Luby,

Não lembro mas usavam cabeçotes de entrada simples do 1300. Não tem muita mágica em preparação de VW a ar. Vou perguntar por aí e, a título de curiosidade, escrevo aqui. Mas a melhor saída hoje é usar motor 1600 com dupla Solex 32, à álcool, como nos Speed. Dá a mesma potência ou mais do que os 1300 fuçadões da década de 70. E com mais torque. De todo modo, andei vendo preço de motor 1600 tanto parcial zero km como usado de Speed (já preparado) e também motores mais modernos, tais como o GM 1.4 do Prisma que, completo com injeção e o escambau é bem mais barato. Mas aí deixa de ser F Vee.

Irineu

luiz borgmann disse...

Aí pessoal,
Lá nos anos 90, em Curitiba, os speed utilizavam motor 1600 ar todo standard, alcool, carburação 32, a única alteração técnica mais utilizada era a taxa. Alguns para a tomada usavam 14, na corrida 11 ou 12. Na época, em dinamômetro, muitos motores deram 110cv. Perguntem lá pro Beto Cazuni, mago dos VW ar.´Outro que abre e fecha VW ar de olhos fechados é o grande preparador Rudy Rempel, o Rudy, também de Curitiba, que forneceu excelentes motores na fase áurea das F1600 e 1300.
luiz borgmann

Luby disse...

Valeu Irineu, mas a minha duvida com relação a preparação é que eu não sabia que as V 1300 usavam a dupla 40 pra mim eram os 32 mesmo. Para as V que estão sendo desenvolvidas creio que já estão no caminho certo mesmo, deixar o mais original possivel para não levantar o custo do brinquedo.

Fabiani C Gargioni disse...

O sucesso está no baixo custo, tenho certeza que essa que como eu já disse é a melhor idéia do nosso automobilismo nos últimos 20 anos será sucesso em todo país é só cuidar do custo motor o mais original possível e chassi de fabricação barata essa é a "FÓRMULA", parabéns como eu já disse temos planos para atédois VEES!!!!!

roberto zullino disse...

Fiquem no aguardo que dentro de algum tempo indicaremos os fornecedores para encomenda dos chassis.

Alex disse...

Legal os coments, só que a dúvida do amigo Luby tb é a minha. Afinal, eu creio que a curiosidade dele deve ser pq é mais "interessante", do ponto de vista técnico, fazer um "motorzinho" andar bem do que um 1600cc, que já é mais fortinho "de natureza". Será que ninguém tem detalhes da preparação e a efetiva potência e torque obtidos?